Metapsicologia. O inconsciente freudiano (Edição em português)


Autor: Mabel Levato
Editorial: Letra Viva

Comprar libro digital
Leer un fragmento

Consultar

Metapsicologia. O inconsciente freudiano
Um estudo da constituição e funcionamento do aparato psíquico na obra de Freud

Mabel Levato

[…] Embora Mabel se proponha a um estudo teórico, o mesmo não é desgarrado da clínica, pois podemos sustentar que o projeto metapsicológico é o melhor testemunho da tensão presente na obra de Freud entre um esclarecimento conceitual à luz da ciência e a experiência clínica: a transmissão do intransmissível através da metapsicologia é uma tentativa de formalizar uma falta constitutiva, um real perdido, origem da invenção da psicanálise. A metapsicologia transmite o verdadeiramente próprio da psicanálise: das Ding, e é por isso que a psicanálise não se transmite como qualquer outro saber, e desde seus primeiros esboços Freud tentou buscar alguma formalização para isso. Toda sua obra está atravessada pela construção do objeto em seu estatuto de perdido e a metapsicologia é a “ferramenta”.

[…] A problemática que propõe investigar não se restringe ao conceito de representação, mas inclui o grau de incidência que tem o outro, o semelhante, enquanto o não julgável no seio de um complexo representacional. Deste não julgável do semelhante deriva o irredutível como núcleo da representação-coisa, um núcleo irredutível, isto é, não representável. Assinala que a representação-coisa supõe, em primeiro lugar, uma articulação com o conceito de Coisa (Ding), tal como o entende Freud ao desenvolver a noção de complexo do semelhante. Ademais, a autora destaca que a ideia de representação é um conceito fundamental da teoria da memória, considerada sob o ponto de vista do sistema de inscrições sujeito a sucessivas transformações.
Fragmentos do Prólogo de Amelia H. Imbriano
Mabel Levto: Doutora em Psicologia Social e Mestre em Psicanálise. Autora de Las Adicciones en la hipermodernidad, de Logos Kalós (2017) e Nuevas formas de “síntomas”, de Letra Viva (2019). Atualmente atua como professora titular do Departamento de Psicanálise e do Mestrado em Psicanálise da Universidade J. F. Kennedy da Argentina.
É membra da Associação Mundial de Psicanálise (AMP) e da Escola de Orientação Lacaniana (EOL) de Buenos Aires, também é codiretora do Departamento de Toxicomania e Alcoolismo do Instituto Clínico de Buenos Aires (ICBA), e integra o Comitê de Referência das Revistas Digitais Letra Analítica e
Borromeo
.
Escreveu numerosos trabalhos para livros e revistas nacionais e internacionais especializados em psicanálise.